Confederao Brasileira de Automobilismo

Fia Fia

Não há eventos para os próximos dias.

Noticias

02/04/2017
Stock Car: Ricardo Zonta vence em Goiânia

Piloto acertou a estratégia e superou Átila Abreu, companheiro na Shell Racing, para triunfar pela segunda vez na carreira

Ricardo Zonta venceu a corrida de encerramento da primeira etapa da Stock Car, disputada no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Goiânia (GO). O piloto da Shell Racing fez uma corrida discreta até a rodada de paradas nos boxes, quando apareceu na segunda colocação para, depois, superar Átila Abreu, seu companheiro de equipe. Esta foi a segunda vitória do paranaense na principal categoria do automobilismo brasileiro.

Átila completou a dobradinha da equipe chefiada por Thiago Meneghel na capital goiana, enquanto Max Wilson levou o equipamento da Eurofarma RCM ao terceiro lugar. Rubens Barrichello, que também fez uma estratégia diferente e se manteve na pista até o final da janela de paradas nos boxes, terminou em quarto, seguido por Denis Navarro.

Vencedor da primeira corrida do dia, Daniel Serra completou a prova na sexta colocação, seguido por Allam Khodair. Thiago Camilo, que brigou entre os cinco melhores no início, completou a corrida em oitavo, logo à frente de Cacá Bueno. O grupo dos dez melhores ainda contou com Felipe Fraga, atual campeão da Stock Car.

Após a primeira etapa, a liderança do campeonato é de Daniel Serra, que sai de Goiânia com 40 pontos, um a mais em relação ao segundo colocado, Max Wilson, que tem 39. Átila Abreu é o terceiro, com 37, e é seguido por Thiago Camilo quarto com 31. O grupo dos cinco melhores ainda conta com Ricardo Maurício e Cacá Bueno, ambos com 21.

A segunda etapa da temporada 2017 da Stock Car está marcada para o dia 23 de abril, no Velopark, autódromo localizado em Nova Santa Rita (RS).

Confira como foi a segunda corrida

A prova começou com Tuka Rocha mantendo a primeira colocação, enquanto Cesar Ramos escapou da pista e perdeu muitas posições. Felipe Fraga avançou ao segundo lugar, seguido por Cacá Bueno, Átila Abreu e Galid Osman. Ramos tentou superar Ricardo Maurício no miolo do circuito, mas empurrou o piloto da Eurofarma RC, que rodou.

Na segunda volta, a direção de prova puniu Marcos Gomes por queima de largada, e Ramos por atitude anti-desportiva. Com um carro mais rápido, Fraga passou a atacar Tuka pela liderança da corrida, enquanto Galid conseguiu a ultrapassagem sobre Átila para assumir a quarta posição. Outro que ganhou posição foi Max Wilson, que ganhou o sexto lugar ao passar Thiago Camilo.

Bia Figueiredo tocou o carro de Marcio Campos, e os dois rodaram. Guga Lima não conseguiu escapar do acidente e também rodou, ficando parado na pista. Na abertura da sexta volta, Átila Abreu superou Cacá Bueno para assumir a terceira posição, enquanto Galid caiu para o sexto posto. Na abertura da sétima volta, Fraga tomou a liderança da corrida ao ultrapassar Tuka.

Cacá e Átila passaram a duelar pela terceira posição, com o piloto da Shell Racing/TMG levando a melhor. O sorocabano ainda se aproveitou de um erro de Tuka, que usou o botão de ultrapassagem e perdeu a freada na curva 1 para ganhar a segunda colocação. Na abertura da nona volta, o piloto da RCM ainda caiu para o quinto posto, após ser superado por Cacá e Galid.

Tentando recuperação, Tuka voltou a assumir a terceira posição, após uma manobra dupla para superar Cacá e Galid. O pentacampeão, porém, recuperou o terceiro posto no giro seguinte. Na frente, Fraga mantinha uma vantagem de dois segundos em relação a Átila. Após nova troca de ultrapassagens, Tuka despencou na classificação, e o quarto lugar foi assumido por Galid, seguido por Camilo e Max.

Segundo colocado na primeira corrida, Camilo superou Galid para ganhar a quarta posição. Já no complemento da volta 14, Fraga escapou da pista e cedeu a liderança da prova para Átila Abreu. Cacá Bueno, com apenas mais um botão de ultrapassagem, passou a ser pressionado por Camilo. Na abertura da volta 16, a janela de paradas nos boxes foi iniciada.

Camilo e Max visitaram os boxes logo na primeira volta em que os pit stops foram autorizadas, e o piloto da Eurofarma RCM ganhou a posição do rival da Ipiranga Racing. Na volta seguinte, Cacá, Fraga, Galid e Daniel Serra partiram para o reabastecimento. Líder da prova, Átila fez sua troca de pneus no 18º giro da prova.

Na abertura da vigésima volta, Camilo começou a ver seu carro soltar fumaça, mas o piloto seguiu na prova. Na sequência, Ricardo Zonta superou Átila Abreu, seu companheiro de equipe, para assumir a liderança da prova. O dono do carro número 51 retomou a primeira posição na 22ª volta. Max Wilson apareceu em terceiro, seguido por Rubens Barrichello, último piloto a reabastecer. Denis Navarro completava o grupo dos cinco melhores.

Zonta voltou à liderança no 23º giro, mais uma vez se valendo do botão de ultrapassagem, e desta vez viu o companheiro de time não conseguir reagir. Mais atrás, Gabriel Casagrande sofreu com um furo de pneu e se dirigiu aos boxes. Valdeno Brito, por sua vez, tocou o carro de Fraga, que rodou.

Absoluto na parte final da corrida, Zonta seguiu para vencer em Goiânia, seguido por Átila e Max.

Foto: José Mário Dias