Notícias

05 Fevereiro 2019

150 pilotos disputaram a abertura do Light 2019

Kartódromo de Interlagos, em São Paulo, recebeu as disputas.

Após quase 60 dias sem competições a Copa São Paulo Light de Kart abriu o seu calendário de 2019 no último sábado (2) com as disputas de sua primeira rodada dupla. Ao todo 150 participantes estiveram no Kartódromo Ayrton Senna, em Interlagos, que voltou à sediar uma etapa do Campeonato após dois anos afastado.

Como já se tornou uma tradição na Copa São Paulo a programação foi dividia em dois turnos sendo que na parte da manhã competiram as categorias destinadas às crianças e adolescentes e, na parte da tarde, os mais velhos.

15 garotos formaram o grid da Mirim que teve Felipe Vriesman como o nome do dia. O garoto, com muita personalidade, registrou a pole-position e venceu as duas corridas do dia garantindo, assim, a primeira posição do pódio. No segundo lugar ficou Augustus Toniolo e, em terceiro, Igor Silva.

A categoria Cadete alinhou 32 karts para a sua primeira corrida do ano sendo que, liderou o pelotão na primeira largada o brasiliense Gabriel Koenigkan. Em duas corridas extremamente disputadas o piloto soube se manter por todo o tempo na liderança e, mesmo sob forte ataque, se mostrou tranquilo para vencer ambas as baterias. Pedro Lins chegou na segunda posição e Heitor Dall’Agnol, em terceiro.

Com várias caras novas no grid, a maioria delas promovida da categoria Cadete a Júnior Menor agregou 23 pilotos em seu grid que teve na pole-position o piloto Gabriel Bonilha. Nas corridas, porém, mostrando grande domínio de seu kart e principalmente dos nervos o jovem Guilherme Quinteiro foi unânime. Ele venceu a primeira corrida após largar da 13ª posição e, na segunda, mesmo com o grid invertido, entre os cinco primeiros, conseguiu se recuperar novamente e vencer em sua estreia com o chassis Thunder. Em segundo chegou Lucas Mendes e, em terceiro, Breno Moraes.

Assim como terminou a temporada de 2018 pela Júnior Menor o mineiro Lucas Staico provou que, mesmo quando se é promovido de categoria, é possível começar com o pé direito. Em sua primeira corrida como piloto da Academia Shell ele venceu as duas baterias e, com isso, foi ao lugar mais alto do pódio. Na segunda posição recebeu o troféu Gabriel Gomez e, no terceiro posto, Ricardo Gracia.

Concluindo as atividades do período matinal nove pilotos tomaram a pista para as atividades da Sprinter. Matheus Bruno registrou a melhor volta na tomada de tempos, mas, o nome do dia foi o de João Pedro Orban. Com a vitória na primeira corrida e, o quarto lugar na segunda, ele somou ao todo 18 pontos e ficou com o troféu de vencedor. Augusto Dias foi o segundo na premiação e Pedro Marcolin, o terceiro.

Abrindo a programação do período da tarde a categoria Graduado trouxe algumas novidades. Com motores preparados e vários novos pilotos, todos eles vindos da Júnior ou Sprinter, as corridas foram realmente muito emocionantes. Para completar estrelas como André Nicastro e Olin Galli também estiveram na pista brindando ao bom público com um grande espetáculo. Mesmo com os esforços dos “novatos” a briga ficou polarizada entre Nicastro e Galli que, com muita técnica, conseguiu se assegurar com a vitória do dia. Allan Croce ficou com a segunda posição e Nicastro, com o terceiro lugar.

16 pilotos foram para a pista formando um considerável grid no agrupamento das categorias Sênior “A” e “B”. Com chassis Mini o experiente piloto Rodrigo Soares dominou o sábado, mesmo sob forte pressão do antigo rival Alain Sisdelli. Enquanto os dois brigavam outros pilotos também conseguiram se destacar e, por pouco, não roubaram a cena por completo. Pela Sênior “A”, após as duas baterias, Soares acabou vencendo com Alessandro Xavier em segundo e Victor Luz, no terceiro posto. Já na “B”, retornando às pistas após vários anos, Evandro Camargo foi o vencedor seguido por Felipe Pinotti e Antônio Junqueira.

Na Super Sênior, dedicada aos mais experientes pilotos da Copa São Paulo Light, o grid formado por dez pilotos contou com Christiano Matheis largando da primeira posição. O piloto carioca até tentou se destacar, mas, em um fim de semana iluminado Carlos Pereira venceu as duas corridas e comemorou muito a sua vitória no retorno ao Light. Matheis ficou com a segunda posição e Jorge Borelli o terceiro lugar.

Encerrando a programação desta primeira rodada do Light a categoria F4, com suas divisões Graduado e Sênior, também registrou um importante aumento no seu número de pilotos. 17 competidores se alinharam no grid que foi liderado na tomada de tempos pelo campeão de 2018, Giuliano Forcolin. Nas corridas, porém, ninguém teve vida fácil e as disputas foram bastante intensas nas duas baterias. Pela Graduado Rodrigo Dantas venceu com Patrick Pereira em segundo e Forcolin, em terceiro. Já na Sênior o nome do dia foi o de Rodrigo Anzanello seguido por Paulo Faria e Valdemiro Oliveira.

Seguindo seu calendário anual o Light entra agora em recesso e a segunda rodada será depois do carnaval. As disputas acontecerão no Kartódromo Aldeia da Serra, em Barueri, no dia 23 de março.

Foto: Flávio Quick

Fonte: Quick Comunicação e Marketing / Autor: Assessoria de Imprensa